Guarda Municipal de Porto Alegre usa da força contra idosa para conter mulher que vendia picolés. MAIS

VOCÊ CONCORDA OU DISCORDA DESTA AÇÃO

A idosa alegando ter 70 anos foi presa quando vendia picolés, segundo testemunhas sem licença. Ela foi jogada no chão e algemada. aos gritos de dor pedia ajuda alegando estar vendendo picolés para sustentar os filhos. A senhora desesperada gritava por socorro enquanto o guarda pressionando seu joelho nas costas da senhora a algemava.

A Guarda Municipal SEM QUALQUER PREPARO agiu dentro dos protocolos de segurança no caso envolvendo a vendedora ambulante que foi detida neste domingo, 20, na Orla do Guaíba. A mulher foi orientada pelos agentes de segurança a deixar o local, por não possuir licença para vender os produtos e não obedeceu a ordem. SEGUNDO OS GUARDAS na terceira investida dos profissionais, ela partiu para agressão, lançando uma cadeira contra os guardas, atingindo um dos profissionais.

No intuito de conter a agressora, que estava visivelmente alterada, os agentes ALEGARAM QUE imobilizaram a mulher, evitando que ela própria se machucasse ou causasse alguma lesão nos profissionais que atuaram na ação. A prefeitura não tolera que nenhum servidor seja ameaçado ou agredido e não compactua com nenhum tipo de coação. Os profissionais são altamente treinados e capacitados para atuarem COM TRUCULÊNCIA CONTRA O CIDADÃO DE BEM PRINCIPALMENTE SENHORINHAS DE 70 ANOS na proteção à vida e patrimônio público. A ocorrência foi registrada na Área Judiciária e seguiu os trâmites administrativos.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos marcados são obrigatórios *

*